No que ficar atento para ter ideias e tirar do papel uma Startup de sucesso?

Nem toda empresa no seu período inicial é uma startup. Especialistas e investidores costumam definir startups como “Um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza.”.

Repetível pois entrega-se o mesmo produto sem muitas customizações ou adaptações para cada cliente;

Escalável pois significa crescer cada vez mais, sem que isso influencie no modelo de negócios. Crescer em receita, mas com custos crescendo bem mais lentamente;

Incerteza pois não há como afirmar se aquela ideia e projeto de empresa irão realmente dar certo.

Algumas dúvidas sobre Startups são muito recorrentes, como por exemplo: “Startups são somente empresas de internet?” Não necessariamente. Elas só são mais frequentes na internet porque é bem mais barato criar uma empresa de software e a internet torna a expansão do negócio bem mais fácil, rápida e barata – além da venda ser repetível. Mesmo assim, um grupo de pesquisadores com uma patente inovadora pode também ser uma startup – desde que ela comprove um negócio repetível e escalável. (Yuri Gitahy).

Mas criar uma empresa de sucesso requer muitos aspectos como força de vontade e investimento, e não só isso.

  1. Encontre um problema que você consiga achar a solução. É preciso resolver a dor dos clientes e se você for apenas mais uma empresa fazendo a mesma coisa no mercado, é bem provável que você não tenha um problema em mãos para resolver e, consequentemente, as chances de que a sua Startup decole são pequenas.

  2. Não tenha medo de expor sua ideia. É interessante se conectar com pessoas e falar sobre a ideia para o maior número de pessoas, especialmente para potenciais usuários e investidores de forma a ter insights para o negócio.

  3. Teste modelos de negócio até que ache o ideal para sua empresa. Esse modelo é formado por um conjunto de elementos, como proposta de valor, clientes, relacionamento, canais, parceiros, atividades, recursos, fontes de receita e estrutura de custo. Encontrar o seu modelo de negócios, que seja bem aceito pelo mercado e que seja escalável.

  4. Busque apoio. Ao encontrar um modelo que funcione, o mais indicado é colocar o pé no acelerador e buscar capital que financia o crescimento do negócio. Procure apoio especializado para acelerar o crescimento, como incubadoras de empresas.

Além disso, o mais importante é: Comece. Saia da teoria e do planejamento e tire do papel a ideia que você tanto acredita. O primeiro passo é começar, logo após deve-se buscar informações de modo a aperfeiçoar cada vez mais o negócio.

A Importância da Gestão de Custos<< >>Você sabe quais são os anseios dos seus funcionários?

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.